Search
Thursday 18 January 2018
  • :
  • :

Resultado da votação na Câmara ajuda Brasil a ‘retomar crescimento econômico’, diz Doria

‘O que é importante é proteger as reformas, que elas sigam em progresso no Congresso’, disse o prefeito.

 

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quinta-feira (3) que o resultado da votação na Câmara dos Deputados, que rejeitou a denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer (PMDB), “ajuda a retomar o crescimento econômico” do Brasil.

“O que é importante é proteger as reformas, que elas sigam em progresso no Congresso”, afirmou.

Doria primeramente se esquivou quando perguntado se, caso fosse deputado, aprovaria ou não o relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que recomendava a rejeição da denúncia da Procuradoria Geral da República. “Não quero ser político na resposta, mas eu não sou deputado para emitir opinião. Não precisei votar. Eu defendo o Brasil. Voto pelo Brasil e principalmente pela retomada do emprego”, disse.

Depois da insistência dos jornalistas, no entanto, sugeriu que acompanharia o relator Paulo Abi-Ackel no voto para livrar Temer do processo no Supremo Tribunal Federal. “Ali já seria uma pré-condenação. Eu entendo que a investigação cabe ao Judiciário. O Judiciário pode fazer as investigações, como já vem fazendo”, afirmou, citando os trabalhos feitos no âmbito da Lava-Jato como exemplo.

De acordo com o tucano, a decisão pelo prosseguimento ou não da denúncia tinha de ter um “olhar social”. “Eu entendo que a estabilidade política ajuda a recondução econômica do país. Quanto mais instabilidade política tiver, mais difícil de retomar a economia”, explicou.

Doria também minimizou o fato da bancada tucana ter se dividido na votação: “O PSDB é um partido grande, com opiniões distintas muitas vezes. Pessoas que nem sempre pensam com a mesma sentença. Mas isso não vai dividir o PSDB, não vai ocasionar racha, apenas o entendimento de que há uma divisão no sentimento em relação à atual situação”. “O que é importante é proteger as reformas, que elas sigam em progresso no Congresso”, completou.

Sobre o desembarque do PSDB do governo federal, Doria chegou a se posicionar antes da votação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) falando que oa sigla só deveria se posicionar depois do resultado.

FONTE: http://g1.globo.com



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *